JANEIRO/2023

12 dias

SacraTour

Restam

05

vagas

Por que SacraTour

Não existe nada como a Sacratour

  E mais...

Confira os locais sagrados
que vamos conhecer de pertinho!

AVISOS IMPORTANTES

Mais informações sobre o seu roteiro

Tour Cultural - Romênia & Bulgária

1º DIA – SÃO PAULO / SOFIA: Apresentação para embarque no aeroporto de Guarulhos e início dos procedimentos para embarque internacional com destino à Sofia.

2º DIA – SOFIA (Chegada): Chegada ao aeroporto de Sofia. Transfer para o hotel. Hospedagem e jantar em hotel.

3º DIA – SOFIA (City tour): Café da manhã. Passeio panorâmico em Sofia. Visita à Catedral St. Nedelya, St. George Rotunda, Igreja Russa de St. Nicolas, Igreja de Santa Sofia, St. Alexander Nevsky Cathedral e Teatro Nacional Ivan Vazov. Após almoço, visita ao Museu Nacional de História e da Igreja Boyana. A Igreja Boyana está incluída na lista da UNESCO como Patrimônio Mundial e Cultural e preservou afrescos de um artista desconhecido, que remontam ao ano de 1259. Os afrescos impressionam com a espiritualidade e expressividade de suas imagens, criado 7 anos antes do nascimento de Giotto di Bondone, considerado o primeiro artista renascentista. Jantar em restaurante típico búlgaro com apresentação de programa de folclore. Hospedagem em hotel.

4º DIA – SOFIA / MONTES RILA / PLOVDIV (127 + 220km): Após o café da manhã, partida para o Mosteiro de Rila - o maior mosteiro na Bulgária, fundada no século X pelo monge e eremita São João de Rila, patrono e protetor da Bulgária. O mosteiro serviu como o centro para a vida cultural e espiritual do povo búlgaro, durante os séculos de escravidão estrangeira. Visita ao mosteiro, a igreja principal e museu mosteiro. Almoço em restaurante com peixe. Após, partida para Plovdiv, uma das cidades mais antigas da Europa, mais velha que Atenas, Roma e Constantinopla. Hospedagem e jantar em hotel.

5º DIA – PLOVDIV / STAROSEL / KASANLAK (51 + 88km): Café da manhã. Passeio panorâmico pela cidade velha de Plovdiv, que consiste em um dos mais espetaculares conjuntos de casas da cidade do período do Despertar nacional da Bulgária. Visita a São Constantino e Igreja Helena, Teatro Romano, Museu Etnográfico Regional. Partida para Starosel. Visita ao maior complexo dos Trácios, com mausoléu datado dos séculos IV – V aC. Visite da adega de Starosel. Almoço com degustação de vinhos. Continuamos nosso caminho para Kazanlak - a capital do Vale do Rose. Chegada. Visita ao Museu de História Iskra (as descobertas de ouro, prata e bronze descobertos mais recentemente dos montes Trácios estão em exposição) e a Tumba dos Trácios de Kazanlak. O túmulo é parte de uma grande necrópole trácia que remonta ao século IV aC. Faz parte do Patrimônio Histórico e Cultural da UNESCO desde 1979. Hospedagem e jantar em hotel.

6º DIA – KASANLAK / ETARA / BOZHENCI / VELIKO TARNOVO (42 + 22 + 46km): Café da manhã. Partida para Etara. No caminho paramos na Igreja Memorial de Shipka na aldeia de Shipka. Esta é uma igreja russa, construída em honra dos soldados russos e voluntários búlgaros que morreram na Guerra Russo-Turca (1877-1878). Chegada ao Complexo Arquitetônico-Etnográfico de Etara, que retrata o modo de vida, tradições, costumes e contexto económico dos búlgaros durante o período de Renascimento Nacional. Partida para Bozhenci - Reserva Arquitetônica e Cultural da UNESCO. Após almoço, visita ao Mosteiro Dryanovo, estabelecido no século XII e situado no desfiladeiro pitoresca de Dryanovo River. Partida para Veliko Tarnovo ou Arbanasi. Chegada. Passeio panorâmico em Veliko TarnovoMonte Tsarevets, Samovodska Charshia. Hospedagem e jantar em hotel.

7º DIA – VELIKO TARNOVO / ARBANASI / RUSE / BUCAREST (200km): Café da manhã. Visita à histórica vila de Arbanasi - a Casa do Konstantsaliev – uma das maiores e mais ricamente decoradas casas do Renascimento Nascional da Bulgária e na Igreja da Natividade de Cristo, a igreja mais antiga de Arbanasi, com seus afrescos únicos. Partida para Ruse. Chegada e após almoço, visita panorâmica da cidade de Ruse (a quinta maior cidade da Bulgária), também conhecida como a "Pequena Viena", por causa da arquitetura de seus monumentos em estilo barroco, rococó, separação e neoclassicismo. No centro de Ruse pode-se encontrar as mais bonitas casas da Bulgária, construídos depois da Libertação em 1878. Partida para Bucarest, capital da Romênia. Hospedagem e jantar em hotel.

8º DIA – BUCAREST / SINAIA / PELES / BRAN / BRAŞOV (225km): Café da manhã no hotel. Partida para Sinaia, chamada Pérola dos Cárpatos, a cidade montanhosa mais conhecida da Romênia. Visita ao Castelo de Peles, antiga residência real, construído no final do século XIX no estilo neogótico dos castelos da Baviera. O interior do Castelo de Peles contém 160 quartos, dispostos e decorados de todas as formas possíveis, prevalecendo a decoração em madeira. Chegada a Bran. Almoço. Visita ao Castelo de Bran, conhecido sob o nome de Castelo do Drácula, um dos castelos mais pitorescos da Romênia, construído em século XIII pelo Cavaleiro Teutônico Dietrich e restaurado em períodos sucessivos. A partir de 1920, o Castelo de Bran tornou-se a residência dos reis da Romênia. A rainha Maria de Sassonia-Coburg-Gotha passou o verão por um longo tempo, acompanhada por sua filha, a princesa Ileana da Romênia, a rainha reestruturando massivamente os presos de acordo com o estilo da arte e do artesanato romeno. Em 1948, quando a família real romena foi expulsa das forças de ocupação comunistas, o castelo foi ocupado. Partida para Brasov. Visita a uma das vilas medievais mais fascinantes da Romênia, no decurso da qual pode admirar o Bairro Schei com a Igreja de São Nicolau e a primeira escola romena (século XV), Igreja Negra (Biserica Neagrã), a maior igreja de estilo gótico na Romênia e também as fortificações da cidade velha com os bastiões das guildas de artesãos. Hospedagem e jantar em hotel.

9º DIA – BRAŞOV / SIGHISOARA / SIBIU (332km): Café da manhã no hotel. Dirija até Sighisoara, famosa por ser o local de nascimento de Vlad Drácula. Visita guiada à cidade medieval mais bonita e melhor preservada da Romênia. Grande parte remonta ao século XIV, quando a construção rapidamente concluída foi ampliada e reforçada após a destruição pelos tártaros em 1241. Nove das 14 torres originais foram preservadas: a torre dos ferreiros, a torre dos sapateiros, a torre dos açougueiros, a torre dos alfaiates, a torre dos curtidores, a torre dos caldeireiros, etc. O mais belo e conhecido monumento da cidade é a Torre de Reloj, construído nos séculos XIII-XIV que até 1556 foi o Conselho da cidade. Almoço. Partida para Sibiu, capital cultural europeia de 2007 e visita à cidade velha de Sibiu, a capital europeia conhecida em sua época por seu sistema de fortalezas considerado o maior da Transilvânia com mais de 7km de fita de parede do qual hoje eles conservam importantes vestígios. Poderá admirar a Plaza Grande com a peculiaridade da cidade, os tetos com “os olhos que te seguem”, a Plaza Pequena com a Puente de las Mentiras e a imponente igreja evangélica de estilo gótico do século XIV. Jantar típico romeno na Aldeia de Sibiel, no meio das tradições romenas (jantar com menu típico e bebidas incluídas). Hospedagem em hotel.

10º DIA – SIBIU / BUCAREST (285m): Café da manhã no hotel. Partida para Bucarest. Almoço. Um dia inteiro dedicado a visitar a capital romena, chamada Paris do Oriente, admirando suas grandes vias, seus gloriosos edifícios BellÉpoque, o Arco do Triunfo, o Ateneu Romeno, a Praça da Revolução, a Praça da Universidade, visitando a parte antiga com o Patriarcado (Centro Espiritual da Igreja Ortodoxa Romena) e admirando a Igreja Stavropoleos, considerada uma obra-prima da arquitetura romena. Construída em 1724, tem planta trilobada, torre nas naves e belo portal de mármore com cinco arcadas polilobadas, com balaustrada finamente esculpida com motivos e figuras florais; a parte superior é assada por medalhões desenhados com a técnica do afresco. Visite o Palácio do Parlamento, o segundo maior edifício do mundo depois do Pentágono em Washington. O prédio foi construído em uma colina conhecida como Morro dos Espíritos, Urano ou Arsenal, que foi em grande parte demolida para permitir a construção do prédio, iniciada em 1984. Cerca de 700 arquitetos e mais de 20.000 trabalhadores organizados trabalharam em turnos, 24 horas, por 5 anos. O edifício era originalmente conhecido como Casa da República (Casa Republicii) e deveria servir como sede das principais instituições do Estado. Na época da queda e execução de Nicolae Ceausescu em 1989, o projeto estava quase concluído. Jantar típico em restaurante em Bucarest com bebidas incluídas e espetáculo folclórico. Hospedagem em hotel.

11º DIA – BUCAREST: Café da manhã no hotel. Traslado ao aeroporto e procedimentos de embarque para retorno ao Brasil.

12º DIA – SÃO PAULO: Chegada ao aeroporto de Guarulhos e trâmites de desembarque internacional. Boas-vindas à casa!